Exatamente às cinco e meia, foi dada a ordem de abrir as portas […] A Croisette havia sido fechada nas duas extremidades: Só podiam circular os carros oficiais que já se apresentavam com bandeirolas ao vento. Abria-se a porta, a multidão gritava um nome, a estrela descia, atenta ao seu vestido, agitava a mão, mandava beijos. Depois se prestava às exigências dos fotógrafos que, amontoados, berravam seu nome em altos gritos. Em frente, os chamados redobravam. A estrela girava, sorria, girava mais uma vez, até que o mestre de cerimônias lhe fizesse o sinal para avançar. Algumas faziam o deleite de se estender. Depois se dirigiam a passos lentos para as escadas vermelhas e, então, o Olimpo. No patamar, elas se viravam, oferecendo à multidão seus olhos brilhantes e seu melhor perfil […]

Era um assombro. Henri Colpi entrou primeiro. Anselmo Duarte, o brasileiro, se juntou a ele, mas infelizmente não havia Visconti nem Jacques Demy. Sucedeu-se então Richard Lester, Claude Lelouch, encantado de estar em companhia de Antonioni e de Robert Altman, Francesco Rosi, Jerry Schatzberg e Alan Bridges, Coppola seguido de Lakhdar Hamina. Depois Martin Scorsese, os irmãos Taviani, Wadja e Inamura, que se adiantavam com dificuldade. Wim Wenders, Emir Kusturica, os olhos erguidos para o céu, Roland Joffé, Bille August não fechavam a marcha, pois restavam Steven Soderbergh, Joen e Ethan Coen e David Lynch. Por último, foram Chen Kaige e Mike Leigh. E agora standing ovation! Às Palmas para, enfim, a Palma das Palmas:

– Jane Campion, please – diz uma radiante Jeanne Moureau – , can you tell us who has won?
– Ingmar Bergman!

Gilles Jacob, Cannes 1997 – Quinquagésimo aniversário

E se fosse dada a Liga, a decisão de conceder a “Palma das Palmas”? É em busca do consenso que a LIGA se reuniu para um novo ranking. Um Ranking Comemorativo: Entre os Melhores Filmes das 63 Edições do Festival de Cannes, qual é realmente o “Melhor Filme”? E qual seria o “Pior Filme” entre os “Melhores Filmes”? A LIGA se reuniu, votou, especulou… Eis os resultados:


Ranking de Cannes | Palma de Ouro [*]
1 – O Leopardo | Luschino Visconti – 9,13
2 – Taxi Driver | Martin Scorsese – 9,08
3 – Pulp Fiction | Quentin Tarantino – 9,04
4 – Apocalipse Now | Francis Ford Coppola – 8,98
5 – Viridiana | Luis Bunuel – 8,96
6 – Elefante | Gus Van Sant – 8,80
7 – Rosetta | Jean-Pierre & Luc Dardenne – 8,78
8 – A Doce Vida | Federico Fellini – 8,75
9 – Solaris | Andrei Tarkovski – 8,71
10 – Sob o Sol de Satã | Maurice Pialat – 8,64


11 – Underground – Mentiras de Guerra | Emir Kusturica – 8,64
12 – Os Guarda-Chuvas Do Amor | Jacques Demy – 8,58
13 – Barton Fink – Delírios de Hollywood | Ethan Et Joël Coen – 8,53
14 – A Balada de Narayama | Inamura Shohei – 8,50
15 – Pai Patrão | Vittorio & Paolo Taviani – 8,50
16 – Tio Boonmee, Que Pode Recordar de … | Apichatpong Weerasethakul – 8,43
17 – Paris, Texas | Wim Wenders – 8,36
18 – Gosto de Cereja | Abbas Kiarostami – 8,32
19 – Kagemusha | Akira Kurusawa – 8,28
20 – O Quarto do Filho | Nanni Moretti – 8,26


21 – Estranho Acidente | Joseph Losey – 8,25
22 – Coração Selvagem | David Lynch – 8,16
23 – All That Jazz | Bob Fosse – 8,14
24 – Segredos e Mentiras | Mike Leigh – 8,13
25 – Investigação Sobre um Cidadão Acima de Qualquer Suspeita | Elio Petri – 8,11
26 – O Pagador de Promessas | Anselmo Duarte – 8,08
27 – Quando Papai Saiu em Viagem de Negócios | Emir Kusturica – 8,07
28 – Entre os Muros da Escola | Laurent Cantet – 7,97
29 – 4 Meses, 3 Semanas E 2 Dias | Cristian Mungiu – 7,95
30 – A Enguia | Inamura Shohei – 7,95


31 – A Fita Branca | Michael Haneke – 7,90
32 – Johnny Vai À Guerra | Dalton Trumbo – 7,86
33 – O Tambor | Volker Schlondorff – 7,67
34 – A Eternidade e um Dia | Theo Angelopoulos – 7,50
35 – A Criança | Jean-Pierre & Luc Dardenne – 7,43
36 – O Pianista | Roman Polanski – 7,40
37 – O Piano | Jane Campion – 7,38
38 – Marty | Delbert Mann – 7,29
39 – Desaparecido | Costa Gavras – 7,18
40 – Sexo, Mentiras e Videotape | Steven Soderbergh – 7,11


41 – Pelle, O Conquistador | Bille August – 7,00
42 – Dançando no Escuro | Lars Von Trier – 6,91
43 – A Missão | Roland Joffe – 6,82
44 – As Mil e uma Noites | Pier Paolo Pasolini – 6,75
45 – Alfie: Como Conquistar as Mulheres | Lewis Gilbert – 6,64
46 – Adeus, Minha Concubina | Kaige Chen – 6,64
47 – Orfeu Negro | Marcel Camus – 6,63
48 – Ventos da Liberdade | Ken Loach – 6,11
49 – Fahrenheit 9/11 | Mickael Moore – 5,77
*POSIÇÃO – FILME | Diretor – Nota

Filmes Abaixo da Amostragem de 10%
– [–] A Mãe e a Puta | Jean Eustache – 10,00
– [–] O Mundo do Silêncio | Jean-Yves Cousteau & Louis Malle – 8,50
– [–] A Árvore dos Tamancos | Ermanno Olmi – 8,40
– [–] A Bossa da Conquista | Richard Lester – 7,90
– [–] Quando Voam as Cegonhas | Mikhaïl Kalatozov – 7,80
– [–] Sublime Tentação | William Weyler – 7,63
– [–] Procura Insaciável | Milos Forman – 7,50
– [–] As Melhores Intenções | Bille August – 7,00
– [–] Yol | Yilmaz Guney – 7,00
– [–] O Homem de Ferro | Andrezj Wajda – 6,88
– [–] Uma Tão Longa Ausência | Henri Colpi – 0,00
– [–] Happy Gypsies | Aleksandar Petrovic – 0,00
– [–] Adalen 31 | Bo Widerberg – 0,00
– [–] Crônica dos Anos de Fogo | Mohammed Lakhdar-Hamina – 0,00

———————————————


Rankings Alternativos

Filme Mais Popular: Maior Amostragem
1 – 4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias | Cristian Mungiu [63%]
2 – Entre os Muros da Escola | Laurent Cantet [51%]
3 – Ventos da Liberdade | Ken Loach [45%]

Filme “Ame ou Deixe”: Maior diferença entre maior e menor nota
1 – As Mil e uma Noites | Pier Paolo Pasolini [9,5 Pts]
2 – Fahrenheit 9/11 | Mickael Moore [8,0 Pts]
2 – A Fita Branca | Michael Haneke [8,0 Pts]
2 – A Criança | Jean-Pierre & Luc Dardenne [8,0 Pts]

Filme Mais Amado: Maior Ocorrência de Notas 10
1 – Tio Boonmee, Que Pode Recordar de … | Apichatpong Weerasethakul [10x]
1 – Pulp Fiction | Quentin Tarantino [10x]
3 – Taxi Driver | Martin Scorsese [8x]
3 – O Leopardo | Luschino Visconti [8x]

Filme Mais Odiado: Maior Ocorrência de Notas 0
1 – As Mil e uma Noites | Pier Paolo Pasolini [1x]
1 – Fahrenheit 9/11 | Mickael Moore [1x]

Filme Mais Polêmico: Maior Desvio Médio
1 – As Mil e uma Noites | Pier Paolo Pasolini [+/- 2,3]
2 – Dançando no Escuro | Lars Von Trier [+/- 1,7]
3 – Tio Boonmee, Que Pode Recordar de … | Apichatpong Weerasethakul [+/- 1,6]