RANKING DE NOVEMBRO

Uma enxurrada de excelentes filmes marcam tradicionalmente novembro, depois das premieres nacionais nos Festival do Rio e na Mostra de SP. Novembro marca também, o ínicio da temporada de premiações no cinema e nesse mês a Liga escolheu diretores de pedigre para representar seu ranking. Todos exibidos em outubro no Rio e São Paulo e todos com (alguma) chance de indicação ao Oscar. Leonera é o representante da Argentina no Oscar, Vicky Cristina Barcelona é o principal favorito ao Oscar de atriz coadjuvante e Queime Depois De Ler tem chances razoáveis em roteiro. 66% da Liga votou e selecionou 18 títulos esse mês, dos 35 elegíveis.

Leonera | Pablo Trapero

“Acusada de matar o namorado em circunstâncias misteriosas, Julia, grávida, é encarcerada na ala feminina do presídio, onde nos próximos anos, além de ver nascer e crescer o filho, tentará entender o que aconteceu naquela noite fatídica e assim buscar sua libertação. Qualquer que seja ela e sempre ao lado do filho. Um drama aparentemente explosivo, com toques de crime passional, enganosamente iniciado ao som de uma ritmada e singela canção infantil, que, no entanto, é conduzido com a habitual economia por Pablo Trapero. Mostrando somente o essencial, de maneira dura e direta, ocultando e embaralhando fatos, desglamourizando a nudez dos frágeis ou maltratados corpos femininos encarcerados, sobretudo o de sua grávida protagonista enquanto se banha, Trapero tem o mérito ainda de levar o espectador por caminhos incertos, entrelaçando os meandros da lei, e seu surreal cárcere onde crianças convivem com presidiárias, com conflitos familiares e a eterna questão da busca da verdade, fazendo prevalecer ao final (e de maneira surpreendente) a escolha individual de Julia, vivida com ferocidade ‘leonina’ por uma sempre bela Martina Gusman. O essencial do cinema de Trapero está também impresso na perplexidade do olhar dela diante das injustiças de um mundo que se impõe como ordenado, embora sempre duro, opaco e cruel.”

David Medeiros | Blog of Snobs

Ranking do Mês [*]
1 [16] Leonera | Pablo Trapero – 7,86
2 [19] Vick Cristina Barcelona | Woody Allen – 7,75
3 [33] Queime Depois de Ler | Ethan E Joel Coen – 7,40
4 [49] O Silêncio de Lorna | Jean-Pierre & Luc Dardenne – 6,89
5 [50] Terra Vermelha | Marco Bechis – 6,86
6 [64] Climas | Nuri Bilge Ceylan – 6,65
7 [65] [REC] | Jaume Balagueró & Paco Plaza – 6,64
8 [72] Feliz Natal | Selton Mello – 6,45
9 [78] Rede de Mentiras | Ridley Scott – 6,35
10 [85] Cashback | Sean Ellis – 6,21
11 [86] Meu Nome é Dindi | Bruno Safadi – 6,17
12 [92] Os Estranhos | Bryan Bertino – 6,04
13 [93] A Duquesa | Saul Dibb – 6,00
14 [110] Fronteira | Rafael Conde – 5,75
15 [134] Deserto Feliz | Paulo Caldas – 5,29
16 [144] Quantum of Solace | Marc Forster – 5,03
17 [162] Orquestras de Meninos | Paulo Thiago – 4,42
18 [171] Max Payne | John Moore – 3,13

*POSIÇÃO [POSIÇÃO NO ANO] FILME | Diretor – Nota

Filmes Abaixo Da Amostragem De 10%
— [–] Pan Cinema Permanente | Carlos Nader – 7,50
— [–] Mil Anos de Orações | Wayne Wang – 6,33
— [–] O Traidor | Jeffrey Nachmanoff – 6,00
— [–] Pindorama – A Verdadeira História dos 7 Anões | Roberto Berliner, Lula Queiroga E Leo Crivellare – 5,50
— [–] Sob a Mesma Lua | Patricia Higgen – 5,00
— [–] Vingança | Paulo Pons – 5,00
— [–] A Princesa do Nebraska | Wayne Wang – 3,50
— [–] A Mulher de Meu Amigo | Cláudio Torres – 3,00
— [–] A Margem da Linha | Gisella Callas – Sem Nota
— [–] Garage Olimpo | Marco Bechis – Sem Nota
— [–] Hugo – O Tesouro da Amazônia | Flemming Quist Møller E Jørgen Lerdam – Sem Nota
— [–] Meu Brasil | Daniela Broitman – Sem Nota
— [–] O Mistério da Estrada de Sintra | Jorge Paixão Da Costa – Sem Nota
— [–] Panair do Brasil | Marco Altberg – Sem Nota
— [–] Scar – A Marca do Mal | Jed Weintrob – Sem Nota
— [–] Um Amor de Vizinho | Eddie O’Flaherty – Sem Nota

Vicky Cristina Barcelona | Woody Allen

“Em Vicky Cristina Barcelona, Woody Allen vai além da visão de cartão postal da cidade catalã, tornando-a uma personagem fundamental de seu filme, personagem com uma presença tão magnífica quanto as presenças de Javier Bardem, Scarlett Johansson e da surpreendente Rebecca Hall. No entanto, é quando a personagem de Penélope Cruz entra em cena, uma personagem que parece vinda diretamente de um filme de Pedro Almodóvar, que o filme se eleva a um novo patamar, e confirma o quanto o cinema de Woody Allen, mesmo repetindo temas e situações, tem uma capacidade enorme de ainda ser original”

Wallace Guedes | Crônicas Cinéfilas

Rankings Alternativos

Filme Mais Popular: Maior Amostragem (Empate)
Vicky Cristina Barcelona | Woody Allen [53%]
Queime Depois De Ler | Ethan e Joel Coen [53%]

Filme “Ame ou Deixe”: Maior diferença entre maior e menor nota
Cashback | Sean Ellis [9 pts]

Filme Mais Amado: Maior Ocorrência de Notas 10
Vicky Cristina Barcelona | Woody Allen [4x]

Filme Mais Odiado: Maior Ocorrência de Notas 0 (Empate)
Cashback | Sean Ellis [1x]
Max Payne | John Moore [1x]
Meu Nome é Dindi | Bruno Safadi [1x]

Filme Mais Polêmico: Maior Desvio Médio
Cashback | Sean Ellis [+/- 1,8]

Queime Depois de Ler | Ethan e Joel Coen

“Se é mesmo um filme menor dos irmãos Coen, como muito se disse, ainda mais vindo logo depois de Onde os Fracos não Têm Vez, Queime Depois de Ler não deixa de ser uma respirada muito bem humorada, inteligente e bastante ácida da paranóia americana com seus segredos de estado. Do atual e constante momento de alerta laranja que paira sobre a “América”, os Coen aludem ao filme de espionagem, injetando ironia na trama a partir de um contexto que não mostra mais “perigo”, o da ameaça comunista da União Soviética. Junte-se a isso uma série de personagens neuróticos e/ou idiotas que fazem o filme andar com sua sucessão de erros. E pensar que tudo começa com um sério caso de vazamento de informações da CIA e termina nas mãos de uma mulher que precisa de dinheiro para fazer plástica e arrumar um namorado e de um professor de ginástica acéfalo que extrapola a fronteira do ridículo, em trama rocambolesca e completamente passível do sarcasmo e do humor negro dos Coen e de seu espectador. Imperdível!”

Eduardo Miranda | Mira!

Ranking Do Ano [**]
1 [1] Wall-E | Andrew Stanton – Jun – 8,73
2 [2] Onde os Fracos não Têm Vez | Ethan Coen E Joel Coen – Fev – 8,65
3 [3] Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto | Sidney Lumet – Jun – 8,54
4 [4] Não Estou Lá | Todd Haynes – Mar – 8,50
5 [5] Sangue Negro | Paul Thomas Anderson – Fev – 8,32
6 [6] A Espiã | Paul Verhoeven – Jan – 8,30
7 [7] Falsa Loura | Carlos Reichenbach – Abr – 8,24
8 [8] O Nevoeiro | Frank Darabont – Ago – 8,17
9 [9] Serras da Desordem | Andrea Tonacci – Mar – 8,15
10 [10] Uma Garota Dividida em Dois | Claude Chabrol – Jul – 8,13

**POSIÇÃO ATUAL [POSIÇÃO ANTERIOR] FILME | Diretor – mês de Lançamento – Nota